23 Abril 2024, Terça-feira
- PUB -
InícioDesportoVitória determinado em ter plantel fechado no regresso ao trabalho a 11...

Vitória determinado em ter plantel fechado no regresso ao trabalho a 11 de Julho

“Renovações de Valido, Dani e Rodrigo Pereira são mais importantes do que a contratação de qualquer jogador”, assume Bruno Sousa

 

- PUB -

 

A oficina do Bonfim começa a laborar na temporada 2022/23 a 11 de Julho, dia em que se realiza o primeiro treino da equipa do Vitória que tem Micael Sequeira como treinador principal. A informação foi ontem avançada ao nosso jornal por Bruno Sousa, novo director do futebol profissional dos sadinos, que assumiu a determinação da SAD ter o plantel fechado. “O primeiro treino, cujo local ainda está por determinar devido aos trabalhos de colocação do novo relvado no estádio, será a 11 de Julho e nessa data quer ter o plantel encerrado”.

Antes dos jogadores e da equipa técnica pisarem o relvado pela primeira vez, a equipa irá realizar nos dias 7, 8 e 9 de Julho os habituais exames médicos. A ocasião servirá para que os elementos que transitam da temporada anterior e os reforços que forem entretanto adquiridos terem um primeiro contacto directo com Micael Sequeira, técnico ex-Lokomotiv Tashkent (Uzbequistão) que celebra o seu 49.º aniversário no dia anterior ao primeiro destinado às avaliações médicas.

- PUB -

Bruno Sousa, de 37 anos de idade, revelou ainda que o calendário dos jogos de preparação da pré-temporada já se encontra praticamente preenchido até ao arranque da Liga 3. Numa altura em que apenas faltam acertar alguns dos locais e as horas dos encontros, o responsável pela pasta do futebol profissional revelou que o objectivo passa por realizar uma média de dois testes por semana.

Entretanto, no seguimento da notícia ontem avançada por O SETUBALENSE a dar conta da cobiça que está a haver em torno do guarda-redes João Valido, de 22 anos, do médio Daniel Carvalho, 18, e do avançado Rodrigo Pereira, 19, o dirigente confirmou o assédio de vários emblemas ao trio de atletas promissores que o Vitória tem nas suas fileiras e tenta a todo custo segurar.

Apesar de os três jogadores terem vínculo com os vitorianos, as abordagens feitas por clubes da I Liga estão a obrigar a um redobrar de esforços por parte da administração da SAD, que pretende mantê-los no Bonfim. “Mesmo antes de apresentar qualquer jogador, para mim, esses casos são a prioridade. Tratam-se de três jogadores que estão completamente identificados com o clube e que nós achamos que têm um potencial gigante para o Vitória”.

- PUB -

Além das mais-valias que representam dentro das quatro linhas, o Vitória sabe que no futuro todos eles poderão resultar em dividendos importantes. “ São aqueles jogadores que sabemos que mais tarde poderão dar o retorno não só desportivo mas também financeiro, que é muito importante. Por esse motivo, não o escondemos, estamos a fazer tudo para renovar com os três pela importância do momento, do passado recente e do futuro”, sublinhou.

No caso de João Valido, que tem mais um ano de contrato com o clube, Bruno Sousa frisa a forte ligação que o guardião tem com o emblema sadino. “O João (Valido) é um miúdo que está no Vitória desde os sete anos. Ocupa uma posição fulcral e todos confiam nele e isso é fundamental. Estamos a fazer tudo o que está ao nosso alcance para renovar com o João, bem como com os seus colegas Dani e Rodrigo”.

E acrescenta: “o Rodrigo (Pereira) também é um jogador em que toda a estrutura vê um potencial enorme. Apesar de já ter muitos jogos pela equipa principal na época passada, vai ser o seu primeiro ano de sénior. O mesmo acontece com o Dani (Daniel Carvalho). Da parte do Vitória, todos têm propostas para renovação e são, nesta fase, mais importantes para nós do que contratar qualquer jogador. São fundamentais e está na mão deles”, vinca.

O director do futebol profissional dos setubalenses não esconde que as abordagens que têm feito aos jogadores não os deixam indiferentes. “Claro que o Valido e o Rodrigo têm apenas mais um ano de contrato [o vínculo de Daniel Carvalho é até 2024] e têm clubes da I Liga com propostas para eles. Claro que isso mexe com a cabeça dos jogadores e dos seus agentes e que isso pode criar um entrave nas renovações”.

Apesar da forte determinação da administração da SAD em segurar os jogadores, Bruno Sousa assegura que nenhuma loucura será cometida. “O que posso garantir é que da parte do Vitória são fundamentais e queremos renovar os seus contratos. No entanto, o clube tem de se salvaguardar. Mais vale segurar alguma coisa neste momento do que perder os jogadores na próxima época sem qualquer contrapartida. Isso não queríamos que acontecesse”.

- PUB -

Mais populares

Cravo humano ‘nasce’ no areal da Praia de Albarquel

Cerca de quatro centenas de trabalhadores da autarquia juntaram-se após uma caminhada de três quilómetros

Árvore da Liberdade nasce no Largo José Afonso para evocar 50 anos de Abril

Peça de Ricardo Crista tem tronco de aço corten, seis metros de altura e cerca de uma tonelada e meia de peso

Cadáver em “avançado estado de decomposição” encontrado na zona da Comporta

Capitão do Porto de Setúbal invocou o segredo de justiça para não avançar pormenores sobre a ocorrência
- PUB -