26 Setembro 2022, Segunda-feira
- PUB -
InícioDesportoEdu Machado: “Vitória saborosa contra uma das equipas que melhor futebol pratica...

Edu Machado: “Vitória saborosa contra uma das equipas que melhor futebol pratica na distrital”

Treinador do Palmelense destaca o espírito guerreiro e a organização dos atletas que jogaram quase toda a segunda parte com menos um

 

- PUB -

O Palmelense foi uma das equipas que mais de destacou na jornada do último domingo no Campeonato Distrital da 1.ª Divisão porque foi ganhar ao terreno de um adversário que se encontra mais bem classificado e ainda por cima por se tratar de um dérbi concelhio.

O Águas de Moura, que tem feito um excelente campeonato, começou melhor e adiantou-se no marcador mas o Palmelense conseguiu dar a volta ainda na primeira parte com golos de João Monteiro (penalti) e Diogo Silva. Logo no início da segunda parte Mica foi expulso e o Palmelense ficou reduzido a 10 unidades.

Tudo apontava para que a formação da casa pudesse tomar conta do jogo e embalasse para a conquista de mais uma vitória mas na realidade não foi isso que aconteceu.

- PUB -

A equipa comandada por Edu Machado cerrou fileiras, arregaçou as mangas e conseguiu segurar a vantagem para surpresa de muita gente. Por se tratar de um autêntico brilharete, o SETUBALENSE aproveitou para colocar algumas questões ao treinador, Edu Machado.

Que análise faz da vitória obtida em Águas de Moura?

Atendendo ao magnífico trabalho que o Gonçalo Cruz e a sua equipa técnica estão a fazer e à excelente classificação, a nossa vitória foi sem dúvida a surpresa da jornada, para praticamente toda a gente. Foi de facto uma vitória muito saborosa, conquistada por estes incansáveis jogadores que têm vindo a crescer muito ao longo do campeonato. Foi um jogo super difícil contra uma das equipas que melhor futebol pratica na distrital em que, na minha opinião, o factor eficácia foi fundamental para a conquista dos três pontos. Com um jogador a menos durante quase toda a segunda parte, o espírito guerreiro e solidário, e a organização dos nossos jogadores, fez com que conseguíssemos aguentar a vantagem até ao fim. O mérito e o valor são efectivamente dos jogadores que nunca desistiram e trabalharam imenso.

- PUB -

Esta foi a terceira vitória consecutiva da equipa. Está a atravessar a sua melhor fase da época?

Sim, é verdade, estamos no nosso melhor momento, com 10 pontos conquistados em 12 possíveis e com uma série de três vitórias consecutivas, coisa que já não tínhamos há muito tempo. Isto é fruto do trabalho que estes miúdos têm vindo a desenvolver desde o início da época e também do trabalho feito pelo Arsénio Franco, Rui Carvalho, André Ferreira e Carlos Miguel, juntamente com o Vítor Hugo, na retaguarda e todo o staff. O acreditar e a resiliência têm sido factores determinantes para este crescimento. Os jogadores trabalham muito durante a semana. Eles, mais que ninguém merecem saborear este momento. Estou muito grato por ter oportunidade de poder privar e observar este balneário onde as palavras união, amizade e solidariedade, estão sempre presentes. Em minha opinião, no contexto da distrital, fazem toda a diferença.

O 9.º lugar que ocupa neste momento está condizente com aquilo que a equipa tem feito no campeonato?

Este é, talvez, o campeonato mais difícil da história da 1.ª Distrital de Setúbal: 20 equipas, covid, orçamentos brutais de muitas equipas, apostas fortes e vincadas na subida de divisão e uma luta enorme pela manutenção porque há três equipas que vão descer, podendo mesmo ser quatro. O futebol tem destas coisas, quando a bola bate no poste e sai e perdes três vezes mereces estar em último mas quando a bola bate no poste e entra e ganhas três jogos já pensas que podes ser campeão. Por isso, se a classificação é merecida ou não é muito relativo. O nosso objectivo sempre foi a manutenção e estamos perto de a conseguir, é nisso que estamos focados. Ainda falta muito jogo e muito trabalho, os jogadores sabem disso, a nossa mentalidade é essa; tentar fazer o melhor resultado possível no próximo jogo.

Que tem a dizer sobre a forma como este campeonato tem decorrido e sobre os efeitos causados pela desistência do FC Setúbal?

Penso que é uma decisão que cabe àqueles que organizam e gerem o campeonato. Eu tenho a minha opinião, como todos têm a sua. Terá sempre de haver prejudicados neste processo que eu entendo ser difícil. Em minha opinião, o erro foi ter começado a segunda volta sem finalizar a primeira, a partir daí todo o tipo de decisões têm sempre duas versões. Se a decisão foi bem ou mal tomada não me cabe a mim julgar.

Há algo mais que queira acrescentar?

Queria deixar os parabéns ao meu Palmelense Futebol Clube que faz na próxima sexta-feira, dia 8 de Abril, 98 anos de existência, clube fundador da AF Setúbal com muita história neste distrito. E, por fim deixar também uma palavra de agradecimento à minha família e a todos aqueles que em cada domingo e durante a semana estão presentes no Cornélio Palma fazendo dele um palco digno para outros patamares.

Comentários

José Pina
Jornalista
- PUB -

Mais populares

Reunião dos bombeiros acaba à chapada e ao pontapé com a PSP a ser chamada ao quartel

Demissões na direcção culminaram com agressões físicas entre bombeiros, entre directores, e entre bombeiros e dirigentes

Autoeuropa com legionella não pára produção nem avisa trabalhadores

Empresa diz que nenhuma pessoa foi infectada e que está a cumprir a lei

Publireportagem: Sobral de Palmela, novo bairro vai crescer nos arredores da vila

Construtora Teixeira Duarte e o Architec Your Home projectam a construção de 34 villas numa área de 13 hectares junto à vila de Palmela
- PUB -