20 Maio 2022, Sexta-feira
- PUB -
InícioDesportoFilipe Moreira: “Fase de subida? Começa do zero e está tudo em...

Filipe Moreira: “Fase de subida? Começa do zero e está tudo em aberto para qualquer equipa”

Passagem à próxima fase “não é mérito meu, é de toda a gente porque estamos todos envolvidos”, diz o técnico

 

- PUB -

Filipe Moreira foi anunciado como treinador do Vitória a 14 de Fevereiro e, após três jornadas ao leme da equipa, os sadinos asseguraram uma vaga entre os clubes que vão lutar pela subida à II Liga. Em entrevista ao jornal O SETUBALENSE, o técnico, de 57 anos, aponta “comunhão de ideias e o compromisso” como segredo do êxito.

Questionado sobre as expectativas para a próxima fase, em que terá U. Leiria, Oliveirense e Sp. Braga B como adversários, Filipe Moreira é peremptório. “Temos muito respeito por todos os intervenientes neste processo. Todos podem subir, começa do zero e está tudo aberto para qualquer equipa”.

Após o triunfo (1-0) sobre o Alverca, o Vitória garantiu o 4.º posto da série B da Liga e o consequente apuramento para a fase de subida à II Liga. Qual o seu sentimento neste momento?

- PUB -

É um sentimento de gratidão pela forma como a equipa tem sido tratada e como todos nós fomos recebidos. Quando cheguei disse que a história deste clube tem uma dimensão única. Como dizem aqui, o Vitória não é grande, é enorme. Desde que cheguei, senti um ambiente fantástico à volta da equipa. Os sócios, os adeptos e as claques conseguiram fazer com que os jogadores se transcendessem. Todos juntos conseguimos fazer um trabalho fantástico na parte final do campeonato para o apuramento.

A expulsão de Nuno Pinto ainda na primeira parte do jogo com o Alverca, numa altura em que a partida estava empatada (0-0), foi um golpe para a equipa. Quem mensagem se transmite aos jogadores depois desse momento?

A identidade que está criada, independentemente do sistema táctico, de jogarmos com 10 ou 11 jogadores, a equipa tem de ser sempre arrumada tacticamente. Depois é uma questão da qualidade de decisão, dos momentos de saída… tudo isso faz a equipa acreditar no processo. Marcando na fase em que jogávamos com menos um elemento foi o alimento e o ‘doping’ fundamental para o equilíbrio emocional ter sido ainda mais forte.

- PUB -

A expulsão reforçou espírito da equipa, exigindo mais foco…

Cada vez mais, quando acontecem momentos negativos, todos temos de estar solidários e corresponder ainda mais nessas alturas ao que nós somos. Quando os momentos são positivos temos de perceber que estamos todos envolvidos de uma forma diferente. Ficámos dois jogos seguidos com 10 jogadores durante muito tempo [nota: no anterior, com o Cova da Piedade, François tinha sido expulso] e a equipa teve personalidade e acreditou sempre que era possível. No jogo anterior empatámos com menos um jogador e quis dar a volta ao resultado e agora passamos para a frente do marcador e mantivemos a baliza inviolável.

Sete pontos nos três jogos que leva à frente da equipa foram decisivos para o apuramento. Qual o segredo?

O segredo é trabalho de toda a gente, é a comunhão de ideias e o compromisso forte para conseguirmos tornar os obstáculos em momentos de felicidade. Não é mérito meu é de toda a gente porque estamos todos envolvidos: a SAD, os jogadores, a equipa técnica, a rouparia, o departamento médico e de futebol, toda a estrutura. Depois temos as claques, os adeptos e os sócios. É muito Vitória e é muita gente a ajudar e, num compromisso coletivo, fica muito mais fácil e isso tornou possível este apuramento. Foi muito difícil e com muito sofrimento perante uma equipa de grande qualidade como é o Alverca, por isso ainda sabe melhor.

Quais as expectativas para a fase seguinte com U. Leiria, Oliveirense e Sp. Braga B como adversários?

Nesta altura vou descansar e analisar tudo o que vai acontecer e depois vou tomar as minhas decisões relativamente a essas equipas. Temos muito respeito por todos os intervenientes neste processo. Todos podem subir, começa do zero e está tudo aberto para qualquer equipa.

Liga 3 Sorteio realiza-se hoje pelas 17 horas

Concluída a primeira fase da Liga 3, o Vitória fica hoje a conhecer o alinhamento dos jogos para a fase de subida à II Liga, uma vez que o sorteio realiza-se, a partir das 17 horas, na Cidade do Futebol. Os sadinos integram a série 2 com o U. Leiria, Oliveirense e Sp Braga B, enquanto a série 1 é composta por Felgueiras, Alverca, Torreense e V. Guimarães B.

Recorde-se que sobe directamente à II Liga, o primeiro classificado de cada série. Os segundos classificados de ambas as séries vão disputar um ‘play-off’ entre si e quem vencer, irá disputar uma liguilha com o 16.º classificado da II Liga.

Além do sorteio nas séries em que participam a equipas que vão lutar pela subida à II Liga, os clubes que vão disputar a manutenção e descida, também ficarão hoje a conhecer o alinhamento dos seus jogos. Na série 5 estão o Amora e Cova da Piedade (emblemas que representam a Associação de Futebol de Setúbal), Caldas e U. Santarém. O outro clube da região que também participa hoje no sorteio da Liga 3 é o Oriental Dragon, que está integrado na série 6 com o Real SC, Sporting B e Oliveira do Hospital.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Piscina na urbanização dos Fidalguinhos está quase a sair do papel

Obra de 3,5 milhões de euros já tem projecto e concurso pode avançar ainda este ano. Futuro equipamento terá capacidade para cerca de 700...

Dez dias de música em vários palcos da cidade de Setúbal com os melhores sons e vozes

O festival arranca com Pedro Abrunhosa, atravessa vários artistas e termina com Cuca Roseta

Jovem sequestrado e violado em casa de banho da estação de comboios de Coina

Rapaz de 16 anos foi abusado por homem de 43. Violador está agora em prisão preventiva
- PUB -