29 Novembro 2021, Segunda-feira
- PUB -
InícioDesportoEmoção e esperança na festa do 111.º aniversário do Vitória

Emoção e esperança na festa do 111.º aniversário do Vitória

Dia do 111.º aniversário do emblema sadino foi assinalado em vários locais da cidade

João Valido e Daniel Carvalho estiveram entre os homenageados no pavilhão Antoine Velge

 

- PUB -

O Vitória Futebol Clube celebrou sábado o seu 111.º aniversário com várias iniciativas que assinalaram a data na cidade. O Estádio do Bonfim, a Praça Vitória Futebol Clube, onde está edificada a estátua de Jacinto João, o Salão Nobre dos Paços do Concelho, o Auditório Municipal Charlot e o Pavilhão Antoine Velge foram os palcos de várias iniciativas alusivas à festa do mais representativo emblema desportivo da região.

Tal como sucedeu em aniversários de anos anteriores foram distinguidas as personalidades que mais se destacaram nas diferentes áreas da vida do clube. No futebol, o guarda-redes João Valido (21 anos) e o médio Daniel Carvalho (17 anos), jogadores formados no emblema setubalense que integram a equipa principal de futebol, foram agraciados com os prémios de Atleta Masculino do Ano e Atleta Revelação, respectivamente.

Numa temporada particularmente difícil, depois de a equipa principal de futebol ter descido da I Liga ao Campeonato de Portugal devido a uma decisão administrativa, os seniores, que em 2020/21 estiveram envolvidos na luta pela subida à II Liga até à derradeira jornada da competição, foi agraciada na festa que decorreu no Pavilhão Antoine Velge com o Prémio Resiliência.

- PUB -

No jantar de aniversário que reuniu a família vitoriana outros atletas e modalidades para além do futebol também foram reconhecidas pelo trabalho desenvolvido no último ano. No Atletismo, Silvestre Gomes foi eleito Atleta Veterano e Inês Grácio, ginasta na especialidade de Tumbling, foi distinguida como Atleta Feminina do Ano. A Ginástica foi ainda agraciada como Secção do Ano e Rui Praxedes foi o treinador do Ano.

A equipa sénior masculina de Futsal recebeu o troféu de Equipa do Ano e o Prémio Carreira foi atribuído a David Diniz (Ténis de Mesa). Na ocasião, em que a Câmara Municipal de Setúbal foi distinguida como Parceiro do Ano, um dos momentos mais emocionantes da noite aconteceu quando foi anunciado o Prémio Memória a Paulo Correia, mais conhecido por Paulinho, funcionário do clube que faleceu, em Dezembro de 2020, vítima de acidente de trabalho no Pavilhão Antoine Velge.

Na categoria de Sócio do Ano, Hugo Pinto, investidor que se tornou recentemente acionista maioritário da SAD vitoriana, foi agraciado. O gestor, que tem nos últimos meses sido decisivo para a estabilização do clube viu os seus esforços reconhecidos pelo clube que tem como objectivo devolver num futuro próximo à I Liga.

- PUB -

Antes do jantar de aniversário, as celebrações do 111.º aniversário já tinham registado várias iniciativas na cidade. As comemorações começaram com uma missa na Igreja de São Julião em honra de todos os vitorianos falecidos, seguindo-se depois a cerimónia do hastear da bandeira em frente ao Estádio do Bonfim que foi seguida da deposição de uma coroa de flores junto à estátua de Jacinto João na Praça Vitória FC.

Em ambos os actos simbólicos estiveram presentes vários membros dos Órgãos Sociais do Clube, entre eles o presidente da Direcção Carlos Silva, bem como vários seccionistas de diferentes modalidades, os atletas da secção de Atletismo, bem como outras figuras de relevo no universo Vitoriano, entre elas, a antiga glória Fernando Tomé.

Ao final da manhã, também inserida nas comemorações do 111.º aniversário decorreu uma sessão solene no Salão Nobre dos Paços do Concelho da Câmara Municipal de Setúbal. Recorde-se que antes desta sessão, a autarquia já tinha apresentado uma saudação ao Vitória pela passagem do 111.º aniversário. A Câmara Municipal tinha referido que o clube tem contribuído para elevar “o emblema do clube, a cidade e toda a região de Setúbal”, graças a um ecletismo que inclui modalidades como futebol, atletismo, ginástica, ténis de mesa e andebol.

“O Vitória é um clube eclético, em que muitas modalidades têm lugar de destaque, em que os seus atletas se mostram ao mais alto nível, representando com toda a dignidade as cores do clube e da cidade”, salienta a saudação. O texto apresentado reforçou ainda que o município estará sempre disponível para ajudar a instituição desportiva e “continuará a assegurar sempre o mais rigoroso respeito pela autonomia dos órgãos de direção do clube e pelas decisões dos sócios”.

Nota ainda para o debate/conversa aberta, subordinada ao tema “Vitória Passado, Presente e Futuro”, evento integrado nas comemorações do 111.º aniversário que decorreu no Auditório Municipal Charlot. O debate, moderado, pelo director de “O Setubalense”, Francisco Rito, contou com um painel constituído pelo presidente do clube, Carlos Silva, pela antiga glória vitoriana, Fernando Tomé e pelo antigo presidente, Fernando Pedrosa.

[Fancy_Facebook_Comments language="pt_PT"]
- PUB -

Mais populares

Dirigir o Vitória Futebol Clube no feminino: as mulheres nos actuais órgãos sociais do clube sadino

Sara Ribeiro, Ana Cruz, Dulce Soeiro e Helena Parreira partilham as suas vivências no clube, cujo regresso à I Liga tanto anseiam   Quando questionadas sobre...

António Costa anuncia que Portugal vai pedir à União Europeia que Península de Setúbal passe a ser uma NUT II

O primeiro-ministro diz que a Península de Setúbal está a ser fortemente penalizada por estar integrada na estrutura nominal da AML  

Volkswagen anuncia novo investimento de 500 milhões na Autoeuropa nos próximos cinco anos

Valor vai ser aplicado "em produto, equipamento e infra-estruturas", explicou Alexander Seitz
- PUB -