29 Setembro 2022, Quinta-feira
- PUB -
InícioDesporto“Hoje temos um clube e uma SAD com as contas regularizadas, salários...

“Hoje temos um clube e uma SAD com as contas regularizadas, salários em dia e dois PER aprovados”

Assembleia Geral extraordinária do Vitória realiza-se hoje, às 18h30, no Pavilhão Antoine Velge

 

- PUB -

Após a sessão de esclarecimento de anteontem, na sala do Bingo, do Estádio do Bonfim, os sócios do Vitória FC vão hoje pronunciar-se na Assembleia Geral extraordinária que tem início agendado para as 18:30 horas, no Pavilhão Antoine Velge.

David Leonardo, presidente da Mesa da AG, apela a uma “participação massiva” dos associados numa reunião magna que poderá ser o ponto de viragem na vida do emblema setubalense.

Depois de a MAG ter anunciado anteontem a retirado o ponto 2 da Ordem de Trabalhos – “alienação de 41 lotes de terrenos pertencentes ao clube, por doação da Câmara Municipal de Setúbal” –, referindo “que se levantaram questões relacionadas com a identificação e com o registo dos terrenos”, todas as atenções estão agora centradas no ponto 3: “Alienação a terceiros de parte da participação do VFC e da VITORIAPART SGPS, SA no capital social da VFC SAD”.

- PUB -

Questionado sobre este tema, David Leonardo não tem dúvidas dos méritos do trabalho realizado por quem está à frente dos destinos do clube. “Hoje temos um Clube e uma SAD com as contas regularizadas, salários em dia e dois PER (o do clube e o da SAD) aprovados! A equipa de futebol profissional cumpriu os pressupostos financeiros e está inscrita na Liga 3. Mantivemos as outras modalidades em pleno funcionamento, designadamente o futsal e o andebol, que milita na primeira divisão. Não poderia estar mais orgulhoso do nosso trabalho”.

Como decorreu a sessão de esclarecimento em que estiveram presentes mais de uma centena de associados?

A sessão de ontem correu muito bem. Realizou-se num ambiente muito tranquilo em que os sócios do Vitória puderam colocar todas as questões que consideraram necessárias e que só terminou quando não existiam mais perguntas a fazer.

- PUB -

Concluímos, portanto, que a sessão cumpriu o seu objectivo, permitindo que os sócios presentes participem na AG de sexta-feira feira devidamente esclarecidos e em condições de votar em consciência. Naturalmente, sendo esta uma mera sessão de esclarecimentos, as matérias ontem discutidas voltarão a ser debatidas na AG, prestando as devidas informações aos sócios que não puderam estar presentes, antes de colocar o ponto 3 a votação.

Os actuais órgãos sociais estão em funções há quase 10 meses. Que balanço faz deste período?

O melhor possível. Em Dezembro de 2020, a quase totalidade dos membros do universo vitoriano, incluindo pessoas com responsabilidades executivas num passado recente, defendiam a insolvência da SAD, com as consequências que isso traria para a continuidade (ou fim) do clube. Em Janeiro de 2021, eram tantos os que esperavam que o clube acabasse…

Hoje temos um Clube e uma SAD com as contas regularizadas, salários em dia e dois PER (o do clube e o da SAD) aprovados! A equipa de futebol profissional cumpriu os pressupostos financeiros e está inscrita na Liga 3. Mantivemos as outras modalidades em pleno funcionamento, designadamente o futsal e o andebol, que milita na primeira divisão. Não poderia estar mais orgulhoso do nosso trabalho.

Quais os maiores desafios e dificuldades com que se têm debatido?

Até o nosso associado Hugo Pinto entrar em campo, sobrevivíamos praticamente sem qualquer receita. A inexistência de receitas televisivas e de bilheteira e a diminuição das receitas provenientes das quotizações (a que não foi alheia a despromoção da equipa profissional de futebol ao Campeonato de Portugal e a pandemia da Covid-19) criaram profundas dificuldades.

Foi preciso muita dedicação e esforço e felizmente recebemos o apoio dos sócios e das forças vivas da cidade: cidadãos, empresários, instituições, designadamente a Câmara Municipal de Setúbal. Só assim foi possível manter o clube à tona e, agora, colher os frutos que o nosso parceiro tem proporcionado. O investimento efectuado é muito elevado e permitiu que a parte financeira deixasse de assumir uma dificuldade tão sentida.

Que mensagem deixaria aos sócios que estão indecisos sobre se devem comparecer na AG?

A história mostra-nos que se os sócios do Vitória tivessem estado mais presentes e tivessem sido mais interventivos no passado, não estaríamos a passar por esta situação. Não comparecer nesta Assembleia é demitirmo-nos de discutir e decidir o que mais importa para o clube. Apelamos, por isso a uma participação massiva na próxima AG.

Vitória joga amanhã (19:30 horas) na Liga 3: Adeptos têm 420 bilhetes disponíveis para jogo com Real

Depois dos últimos dois compromissos terem sido a contar para a Taça de Portugal (triunfo 2-0 sobre o Vianense e derrota pelo mesmo resultado com o Vizela), o Vitória volta amanhã, mais de um mês após terem ido vencer (1-0) à casa do Sporting B, a competir na Liga 3. No campo do Real, em Monte Abraão, os adeptos vitorianos têm à sua disposição 420 bilhetes (120 na bancada destinada ao público em geral, no sector 2, a um custo de 10 euros e 300 lugares, a cinco euros cada ingresso, na bancada exclusiva para adeptos sadinos).

Recorde-se que a equipa comandada por António Pereira segue na 3.ª posição da tabela com nove pontos em quatro jornadas, enquanto o conjunto de Queluz, com mais uma partida disputada é quinto da classificação, com outo pontos. Torreense e U. Leiria, com 13 e 10 pontos, respectivamente, em cinco jornadas seguem nas primeiras duas posições da série B (zona Sul) da Liga 3.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Transportes em Setúbal: “Isto não está mau. Está péssimo!”

Reuniões com a população expõem drama de grandes dimensões contado em testemunhos trágico-cómicos

Autoeuropa com legionella não pára produção nem avisa trabalhadores

Empresa diz que nenhuma pessoa foi infectada e que está a cumprir a lei

“Reunião” dos bombeiros acaba à chapada e ao pontapé com a PSP a ser chamada ao quartel [corrigida]

Demissões na direcção culminaram com agressões físicas entre bombeiros, entre directores, e entre bombeiros e dirigentes
- PUB -