22 Outubro 2021, Sexta-feira
- PUB -
Início Desporto Amora empata em casa com Torreense em jogo intenso mas muito quezilento

Amora empata em casa com Torreense em jogo intenso mas muito quezilento

Jogo teve 14 minutos de compensação devido à longa paragem para assistência à guarda-redes do Amora, Ana Rita Oliveira que teve que sair de campo em maca

 

- PUB -

Amora e Torreense, duas das equipas que lutam pela qualificação para a fase de apuramento de campeão que garante desde logo a manutenção na principal prova de futebol feminino nacional, empataram a uma bola em jogo realizado no Centro de Treinos do Serrado, relativo à 4.ª jornada da Liga BPI.

A partida foi disputada de forma intensa, houve muita luta e em determinados momentos até foi quezilenta, facto que obrigou a árbitra da partida (Diana Henriques, de Coimbra) a dar 14 minutos de compensação em virtude de uma longa paragem para assistência à guarda-redes do Amora, Ana Rita Oliveira que teve que sair de campo em maca, sendo substituída por Joana Simões.

Na primeira parte o jogo foi repartido mas o Amora foi para o intervalo a vencer por 1-0 fruto do golo marcado por Matilde Figueiras (42’), pouco depois de Mafalda Marujo ter atirado ao poste.

- PUB -

No reatamento a equipa de Torres Vedras entrou disposta a alterar o rumo dos acontecimentos, assumiu o comando do jogo e foi superior. Chegou à igualdade pela jogadora mais perigosa da equipa, Caroline Kehrer, aos 59 minutos, e fez tudo para alcançar a vitória mas as amorenses bateram-se galhardamente e seguraram o empate que foi inteiramente merecido e talvez o desfecho mais justo para aquilo que se passou em campo.

Na classificação geral que é comandada pelo Sporting com 10 pontos, o Amora segue no quarto lugar com cinco pontos, menos três que Torreense e menos quatro que Benfica, terceiro e segundo classificados.

Na próxima jornada que se disputa apenas no dia 31 de Outubro o Amora desloca-se ao reduto do Estoril.

- PUB -

Nesta partida, o treinador Gonçalo Nunes fez alinhar a seguintes jogadoras: Ana Rita Oliveira (Joana Simões, 74’); Beatriz Rodrigues, Tako, Matilde Figueiras (Carla Cardoso, 90+13’), Mariana Alberto (Carolina Ribeiro, 45’); Nicole Nunes, Rafa Sudré, Ana Rita Viegas; Andreia Veiga (Lili Venegas, 74’), Ana Rocha (Sara Brasil, 85’) e Mafalda Marujo.

Treinador, Gonçalo Nunes: Incidências condicionaram o plano de jogo

“Foi um jogo atribulado com muitas incidências que acabaram por condicionar um pouco o nosso plano de jogo, sobretudo na segunda parte. A partir de certa altura tivemos que salvaguardar o resultado. Não é a forma como costumamos abordar os jogos mas neste caso teve que ser”, disse no final do encontro o treinador do Amora, que considera o resultado justo.

“O empate assenta bem àquilo que foi o jogo, porque nenhuma equipa conseguiu ser melhor que a outra. Na primeira parte tivemos mais oportunidades mas na segunda o Torreense teve mais bola mas nós conseguimos mantermo-nos sempre unidas e não permitimos grandes situações de golo”.

[Fancy_Facebook_Comments language="pt_PT"]
- PUB -

Mais populares

Embarcação de pesca de Setúbal sofre danos em encontro com orcas

Mestre diz que ataque, de grupo de quatro animais, durou 20 minutos e partiu leme do barco

António Pereira: “Continuo a ver coisas no Vitória que não tenho visto nem na I Liga”

Eliminação da Taça de Portugal com o Vizela não esmoreceu aplausos aos atletas

CDU rompe acordo com PSD e ‘salva’ PS na Assembleia Municipal

Geringonça desfeita. CDU queria sigilo sobre o compromisso até à tomada de posse. João Afonso (PSD) acusa comunistas de faltarem à palavra
- PUB -