18 Outubro 2021, Segunda-feira
- PUB -
Início Desporto Vitória ganha em Viana do Castelo e avança para a 3.ª eliminatória...

Vitória ganha em Viana do Castelo e avança para a 3.ª eliminatória da Taça de Portugal

Avançados Rodrigo Pereira e Varela marcaram os golos do triunfo

Sorteio da próxima ronda da prova rainha realiza-se quarta-feira

 

- PUB -

O Vitória FC estreou-se sábado na edição 2021/22 da Taça de Portugal com um triunfo (2-0) no reduto do Vianense, resultado que permitiu aos sadinos avançarem para a 3.ª eliminatória da competição. Os golos que fizeram a diferença no marcador surgiram na segunda parte e tiveram os avançados Rodrigo Pereira e Varela, aos 74 e 87 minutos, respectivamente, como marcadores de serviço.

Depois de ter ficado isento na ronda anterior, o conjunto setubalense, actual 3.º classificado da Liga 3, foi mais eficaz no encontro e cumpriu o objectivo de levar a melhor sobre um adversário que milita na série A do Campeonato de Portugal. Após passar a 2.ª eliminatória da Taça, os comandados de Toni Pereira ficam a conhecer no sorteio de quarta-feira o oponente na próxima fase.

Em relação à última partida do campeonato ( a 19 de Setembro) – que os sadinos venceram há uma semana (1-0) na casa do Sporting B –, os vitorianos fizeram duas alterações no Vitória em relação ao jogo na Academia de Alcochete: o defesa Nuno Pinto e José Semedo foram substituídos por Daniel Martins e Murilo, respectivamente, no Estádio Dr. José Matos, em Viana do Castelo.

- PUB -

Na primeira parte os verdes e brancos foram superiores e dispuseram de boas oportunidades para inaugurar o marcador. Aos 25 minutos, após jogada do moçambicano Kamo Kamo no flanco esquerdo, a bola chegou aos pés de Varela, atacante que rematou enrolado para uma defesa do guarda-redes João Cunha naquela que foi a primeira grande oportunidade de golo do jogo.

Até ao intervalo, os sadinos foram, de longe a equipa que mais perto ficou de chegar ao golo. Aos 27 minutos, após cruzamento de Daniel Martins da direita, François surgiu em zona privilegiada a cabecear sobre a trave. Aos 40, na sequência de uma boa combinação no ataque setubalense, a bola chegou a Varela no flanco esquerdo, que só não marcou devido a mais uma boa defesa de João Cunha.

O atacante cabo-verdiano do Vitória, que à semelhança do que tem feito nos últimos jogos cotou-se como um dos melhores elementos em campo, teve a última ocasião de golo do primeiro tempo já em período de compensação. Aos 45+1, depois de cruzamento da direita para o interior da área, Varela surgiu, já em desequilíbrio, a cabecear à figura do guardião do Vianense.

- PUB -

Depois do domínio vitoriano no primeiro tempo, o Vianense regressou do balneário mais atrevido. Apesar de a equipa treinada por Toni Pereira, que substituiu Mendy por Rodrigo Pereira, ter ameaçado primeiro a baliza contrária, quando aos 48 minutos Kamo Kamo fez um cruzamento que quase traiu o guarda-redes João Cunha, foi o Vianense que ficou mais perto de inaugurar o placar num remate de Tiago Cruz que obrigou João Valido a aplicar-se.

Uma falta clara cometida no interior da área por um defesa do Vianense sobre Bruno Ventura permitiu aos sadinos dispor de uma grande penalidade, que viria a permitir desbloquear o jogo a favor do Vitória. Rodrigo Pereira, depois de ter permitido que o guardião João Cunha defendesse o remate da marca dos 11 metros, foi rápido a reagir e fez a recarga para o 1-0 dos sadinos, aos 74 minutos.

Em vantagem no marcador, os vitorianos voltaram a criar perigo num lance protagonizado por Kamo Kamo, aos 76 minutos. Após jogada de contra-ataque, o moçambicano, que viria a ser substituído por André Mesquita aos 84 minutos, rematou cruzado para defesa do guarda-redes dos minhotos. Logo na resposta, o Vianense quase aproveitou um contra-ataque, que nasceu depois de uma perda de bola de Bruno Ventura, para empatar num remate de Hugo Ferreira que só não deu golo devido a defesa atenta de João Valido.

O susto teve o condão de despertar os sadinos que viriam a chegar ao 2-0 aos 87 minutos. Após assistência de André Mesquita, que tinha entrado três minutos antes, Varela desenvencilhou-se de um opositor no flanco direito e rematou cruzado e colocado para o 2-0 no melhor lance de toda a partida. Com o tento apontado, o cabo-verdiano, que já tinha facturado nos triunfos anteriores com o Oliveira do Hospital (5-2) e Sporting B (1-0), somou o seu terceiro jogo consecutivo a marcar.

Até ao apito final, apesar de um par de incursões do Vianense, conjunto que deu uma boa réplica, os sadinos geriram a vantagem. Nota ainda paras a dupla substituição efectuada por Toni Pereira, que, aos 89 minutos, fez entra Bruno Almeida e Bruno Luz para os lugares de François e de Varela. Refira-se que no onze inicial os sadinos alinharam com João Valido, Mano, François, Bruno Bernardo, Daniel Martins, Murilo, Robson, Bruno Ventura, Kamo Kamo, Mendy e Varela. Petterson, Bruno Almeida, Nuno Pinto, André Pedrosa, Bruno Luz, André Mesquita e Rodrigo Pereira foram os suplentes.

 

[Fancy_Facebook_Comments language="pt_PT"]
- PUB -

Mais populares

Geringonça dá Assembleia Municipal do Montijo ao PSD

Apesar de vencer nas autárquicas, PS vai perder presidência no órgão. CDU tem compromisso com os social-democratas. Se não houver recuo, Ana Dias Neves...

Construção de duas novas fábricas da Repsol é maior investimento dos últimos dez anos no país

Empresa quer tornar Complexo de Sines num dos mais avançados e competitivos da Europa

Fernando Negrão acusa administração do Centro Hospitalar de “incompetência” e defende demissão

Vereador social-democrata afirma que membros do órgão de gestão “estão cegos” e pede a sua substituição “por gente competente”   Fernando Negrão, vereador da Câmara Municipal...
- PUB -