21 Junho 2021, Segunda-feira
- PUB -
Início Desporto Vitória obrigado a melhorar eficácia para continuar a sonhar com 1.º lugar

Vitória obrigado a melhorar eficácia para continuar a sonhar com 1.º lugar

Sadinos fizeram apenas um golo em 18 remates à baliza no jogo com a U. Leiria

Alexandre Santana quer pontaria afinada para duelo de amanhã com o Torreense.

 

- PUB -

No plantel do Vitória FC todos estão conscientes de que para ter êxito com o Torreense na partida de amanhã, agendada para as 18 horas, a ineficácia demonstrada no domingo no reduto da União de Leiria (derrota sadina por 2-1) não se pode repetir. Por esse motivo, o treinador Alexandre Santana tem dado esta semana particular atenção à necessidade de concentração e à finalização nas sessões de trabalho.

Apesar de no cômputo geral o desempenho da equipa no Estádio Dr. Magalhães Pessoa ter sido positivo, no aspecto ofensivo a noite foi péssima. Os dados estatísticos comprovam-no. Os setubalenses fizeram 29 cruzamentos no último terço para zonas de finalização e fizeram 18 remates à baliza leiriense, conseguindo apenas fazer um golo num remate fantástico de Bruno Ventura à trave que embateu no guardião Fábio Ferreira antes de entrar na baliza.

Nos 90 minutos do último encontro, quase todos os jogadores do onze inicial dispuseram de várias oportunidades para chegar ao golo quando o resultado ainda era 0-0. Zequinha, Mendy, Bruno Ventura, Gonçalo Batista, José Semedo e até os defesas João Serrão e François (este último chegou a cabecear ao poste direito) tiveram boas ocasiões para marcar e possibilitar um desfecho diferente do verificado.

- PUB -

Depois de terem terminado a fase regular da série H com o melhor ataque da prova – 49 golos marcados em 20 jornadas (média de 2,45 tentos por encontro) –, o desacerto na finalização agora verificado contrasta com a performance atacante anterior. Recorde-se que só Zequinha (16 golos) e Bruno Ventura (nove), melhores marcadores da série H, foram os autores de mais de metade dos golos da equipa.

Tal como esperado, na fase actual o nível subiu devido à qualidade e experiência dos jogadores que representam os clubes envolvidos na luta pelo primeiro lugar da Zona Sul. Exemplo disso mesmo é o facto de, depois de o Vitória ter marcado em todos os 20 duelos travados na série H (15 triunfos e cinco empates), a equipa ter ficado pela primeira vez em branco na ronda inaugural do play-off diante do Estrela da Amadora (0-0 no Estádio do Bonfim).

Após o empate com os amadorenses e a derrota com a U. Leiria, o Vitória quer provar que à terceira será de vez e que vai celebrar o primeiro êxito diante do Torreense, mantendo-se na corrida pelo primeiro lugar. Acresce que quando entrar sexta-feira em campo para a terceira jornada, a equipa de Alexandre Santana e o emblema de Torres Vedras já saberão o resultado da outra partida do grupo entre o Estrela e a U. Leiria, partida agendada para as 16 horas do mesmo dia.

- PUB -

As dificuldades que o Vitória está a sentir já tinham sido previstas. Após a conclusão da fase regular, Zequinha já tinha alertado para essa possibilidade. “Acho que partimos todos em pé de igualdade. Estas equipas fizeram um grande trajecto para chegar aqui. Tenho acompanhado os jogos do U. Leiria, Estrela e Torreense, são equipas como nós e o resultado pode pender para qualquer lado”, disse na altura.

Acrescentando ainda: “Temos os pés bem assentes no chão e respeitamos o lote de equipas que vamos enfrentar. Terá de ser com humildade, sacrifício e união para ver se ganhamos os jogos e levar o Vitória à II Liga. Não partimos em vantagem nem somos melhores do que ninguém”, disse na ocasião o avançado do conjunto setubalense, que tudo vai fazer para se reencontrar com os golos e ajudar a equipa a vencer.

 

Andebol perde com Sporting

 

Em partida da 25.ª jornada do Campeonato Andebol 1, o Vitória FC não conseguiu evitar anteontem a derrota, por 29-19, com o Sporting. No pavilhão João Rocha, em Lisboa, os sadinos, que tiveram em Rúben Santos (cinco golos) e Gonçalo Grácio (4) os seus melhores marcadores, não resistiram à superioridade do actual segundo lugar da competição. Na próxima ronda, os vitorianos deslocam-se ao reduto do Benfica, terceiro classificado.

 

Futebol de praia em torneio nos EUA

 

Entretanto, a equipa de futebol de praia do Vitória FC foi convidada a inscrever-se no “maior torneio norte-americano da modalidade, o North American Sand Soccer Campionships 2021, que decorrerá de 11 a 13 de Junho em Virginia Beach”, anunciou o clube na rede social Facebook.

“Este torneio conta com a participação de mais de 500 equipas, distribuídas por vários escalões e movimenta mais de 100 mil pessoas nos dias do torneio”, referem os sadinos, informando que “o Vitória FC não terá qualquer encargo com esta iniciativa”. Na competição, tutelada pela Beach Soccer Worldwide, o conjunto vitoriano “terá uma base de jogadores internacionais e será dirigida por Nuno Tavares, que terá as funções de treinador/jogador”.

A nota emitida salienta que a prova “nunca foi ganha por nenhum clube português”, acrescentando ainda que “é uma honra para o Vitória participar neste torneio de nível mundial”.

 

Ricardo Lopes
Jornalista
- PUB -

Mais populares

Moradores de cooperativas em Azeitão preocupados com leilão das suas casas

Os moradores da Cooperativa de Habitação e Construção Económica Bairro dos Trabalhadores, em Azeitão, foram recentemente surpreendidos com a informação de que as suas...

Burger King abre este Verão na Quinta Fonte da Prata

Novo espaço vai criar 20 postos de trabalho e terá Drive In disponível   O novo restaurante da cadeia norte-americana Burger King, cuja estrutura encontra-se em...

Nuno Pinto: “Para o ano voltaremos a tentar ainda mais fortes”

“Sem sombra de dúvidas, foi a temporada mais complicada da minha carreira”, afirma.
- PUB -