8 Maio 2021, Sábado
- PUB -
Início Desporto União de Leiria e Vitória FC revivem emoções de primeira no domingo

União de Leiria e Vitória FC revivem emoções de primeira no domingo

Miguelito marcou em 2012 na última vez que a equipa jogou (e ganhou 1-0) aos leirienses

Nos 30 duelos no escalão principal, sadinos ganharam 12, empataram 13 e perderam cinco.

 

- PUB -

O Estádio Dr. Magalhães Pessoa é no domingo, a partir das 20:30 horas, palco do encontro entre a União de Leiria e o Vitória Futebol Clube, duelo com tradição no escalão principal do futebol nacional. Depois de se terem defrontado em 30 ocasiões para a I Liga, leirienses e sadinos vão agora, pela primeira vez nas suas histórias, medir forças a contar para o Campeonato de Portugal.

A realidade de ambos os emblemas é hoje muito diferente da que conheceram no passado, mas esse facto não esmorece a nenhum dos clubes a importância de um jogo que pode vir a ser decisivo nas contas finais da fase de acesso (Zona Sul) à II Liga. Em termos históricos, o confronto directo é claramente favorável aos verdes e brancos que somaram 12 triunfos, 15 empates e seis derrotas nas ocasiões em que enfrentaram a União.

O último desses êxitos aconteceu há mais de nove anos quando os dois conjuntos jogaram entre si pela última vez. A 25 de Março de 2012, um golo do defesa Miguelito, logo aos três minutos, foi suficiente para a equipa então treinada por José Mota bater os leirienses, por 1-0. De destacar que no onze apresentado no Bonfim estava o guarda-redes Diego que é hoje um dos elementos que compõem a equipa técnica liderada por Alexandre Santana.

- PUB -

A vantagem do Vitória é confirmada tanto nos jogos realizados no Estádio do Bonfim como no Dr. Magalhães Pessoa. Na Taça de Portugal, por exemplo, os sadinos são 100% vitoriosos nos quatro duelos travados (três em Setúbal e um em Leiria). De resto, a primeira vez que os dois clubes se defrontaram, em 1971/72, foi na prova rainha num jogo dos 16 avos que os sadinos foram ao campo do adversário golear, por 4-1.

Já na II Liga o equilíbrio é uma realidade nos jogos entre a União e o Vitória. Nas quatro vezes em que jogaram registou-se um triunfo para cada e dois empates lado (2-0 para os sadinos e 1-1 na 2.ª Divisão de Honra de 1991/92 e 1-1, no Bonfim, e êxito 1-0 dos leirienses em casa no mesma divisão na temporada seguinte).

O domínio dos setubalenses é atestado nos dados globais dos duelos entre os clubes. Senão vejamos: dos 38 encontros (30 na I Liga, quatro na Taça de Portugal e quatro na II Liga), o Vitória totaliza 17 êxitos, 15 igualdades e seis derrotas, tendo quatro destas sido obtidas num total de 18 encontros com os leirienses a jogarem em casa.

- PUB -

Além do já mencionado duelo na Taça de Portugal do início da década de 1970, os vitorianos levaram a melhor no reduto da União outras quatro ocasiões, sempre a contar para a I Liga. Em 1998/99, o azeri Kasumov marcou o golo que valeu o triunfo, 1-0, à equipa então treinada por Carlos Cardoso e, em 2004/05, o brasileiro Igor bisou no 2-0 aplicado pelos comandados de José Rachão.

Mais recentes foram as vitórias, ambas por 2-0, das equipas então treinadas por Hélio Sousa (2005/06) e Carlos Carvalhal (2007/08). No primeiro caso, Silvestre Varela e Carlitos foram os autores dos golos frente à União então treinada por Jorge Jesus, actual treinador do Benfica, enquanto em 2008 Pitbull e Bruno Gama foram os marcadores de serviço dos sadinos no Estádio Dr. Magalhães Pessoa diante da União.

 

Torreense vence e lidera grupo

 

Após vencer na terça-feira, por 1-0, a U. Leiria, o Torreense assumiu, no final da primeira jornada, a liderança da Zona Sul da fase de acesso à II Liga. O único golo da partida realizada no Estádio Manuel Marques, em Torres Vedras, resultou de um auto-golo do guarda-redes Fábio Ferreira, que, após um remate fortíssimo de fora da área de Ragner Paula, desviou involuntariamente a bola para o fundo da própria baliza.

O facto de Vitória e Estrela da Amadora terem empatado (0-0) na outra partida da ronda inaugural permitiu ao Torreense liderar isolado (com três pontos) a tabela classificativa. Refira-se que no mesmo dia (domingo) em que U. Leiria e Vitória se defrontam, a partir das 20:30 horas, o Torreense também entra em acção, novamente em Torres Vedras, pelas 16:00 horas frente aos amadorenses.

Entretanto, à semelhança do que aconteceu nos últimos tempos, o plantel setubalense não tem jogadores infectados com Covid-19, conforme informou o clube na terça-feira na sua página oficial do Facebook. “Hoje foi dia de novo rastreio à Covid-19, seguido de mais uma sessão de trabalho tendo em vista o próximo embate. Nenhum dos jogadores ou demais elementos se encontra infetado”, escreveram, agradecendo “à MDM Pulse e à Federação Portuguesa de Futebol o apoio à realização dos testes”.

Ricardo Lopes
Jornalista
- PUB -

Mais populares

Barcos da Transtejo/Soflusa param travessia do Tejo a 20 de Maio

Na reunião de hoje com a administração da empresa, e conforme o que tinha sido decidido em plenário de trabalhadores da semana passada, o...

Sindicato não aceita aumentos de salários propostos pela administração da Autoeuropa

Administração da fábrica da Volkswagen em Palmela quer acordo que prevê aumentos salariais a três anos em função da taxa de inflação, sindicato contesta

Empresa dedicada à comercialização de canábis chega a Setúbal com nova unidade no parque BlueBiz

Espaço servirá para pós-colheita da planta medicinal. Produtora escolheu a cidade sadina “por possuir excelentes acessibilidades e oferecer flexibilidade nas suas instalações”   A empresa Clever...
- PUB -