11 Maio 2021, Terça-feira
- PUB -
Início Desporto “Vitória é uma equipa que joga com garra e ambição e faz...

“Vitória é uma equipa que joga com garra e ambição e faz tudo pela cidade e pelos adeptos”

Independentemente do que venha a acontecer, sadino Zequinha promete aplicação máxima

Setubalenses focados no duelo de domingo à noite no reduto da U. Leiria

 

- PUB -

Após o empate (0-0) na passada quinta-feira frente ao Estrela da Amadora, na ronda inaugural do play-off de acesso à II Liga (Zona Sul), o Vitória Futebol Clube vai no domingo, a partir das 20:30 horas, ao reduto da União de Leiria tentar obter o primeiro triunfo na fase actual do Campeonato de Portugal.

No Estádio do Bonfim, o treinador Alexandre Santana prepara por estes dias a estratégia a colocar em prática no Estádio Dr. Magalhães Pessoa, recinto que acolheu no passado recente vários encontros entre leirienses e sadinos a contar para o escalão principal do futebol português.

Num grupo em que além do Vitória e da U. Leiria também fazem parte o Estrela da Amadora e o Torreense, o avançado Zequinha considera que a luta pelo primeiro lugar vai ser renhida. “Acho que partimos todos em pé de igualdade. Estas equipas fizeram um grande trajecto para chegar aqui. Tenho acompanhado os jogos do U. Leiria, Estrela e Torreense, são equipas como nós e o resultado pode pender para qualquer lado”.

- PUB -

O jogador, de 34 anos, admite que num agrupamento em que figuram clubes com história na I Liga, o nome do Vitória, pelo seu palmarés e por contar com mais de 70 presenças entre a elite do futebol nacional, sobressai, mas esse facto não leva a equipa a embandeirar em arco. “O nome Vitória impõe respeito e, mesmo antes de fazer os jogos, para quem vê de fora, é um candidato à subida. Nós não pensamos assim, temos os pés bem assentes no chão e respeitamos o lote de equipas que vamos enfrentar”.

Zequinha, de 34 anos, considera que só pensando de forma pragmática e colocando em cada momento o máximo das capacidades de cada um, a equipa poderá ter êxito. “Terá de ser com humildade, sacrifício e união para ver se ganhamos os jogos e levar o Vitória à II Liga. Não somos melhores nem estamos em vantagem sobre ninguém. Somos, isso sim, um grupo muito forte e duvido que de todos os grupos exista algum tão forte como foi o nosso (série H)”.

Em declarações ao Canal 11, depois da igualdade a zero com os amadorenses, o atacante destacou as qualidades do plantel em que existe uma mescla entre jovens talentos e jogadores experientes. “Temos uma equipa jovem, mas temos os jogadores mais velhos para ajudar. Vamos continuar com a humildade e união que temos tido até aqui. Os meninos certamente vão a aparecer e mostrar tudo o que fizeram até agora”.

- PUB -

Na opinião de Zequinha, o desempenho diante do Estrela da Amadora na partida do Estádio do Bonfim foi um sinal inequívoco do potencial que há no conjunto comandado por Alexandre Santana. “O jogo de hoje [quinta-feira] mostrou que têm um grande potencial. O Vitória é isto: é uma equipa que joga com garra, ambição e faz tudo pela cidade pelos seus adeptos. Agora, é continuar”.

Ainda sobre o embate realizado em Setúbal, o avançado fez a sua análise. “Foi um jogo bastante repartido. O Estrela está bem orientado e entrou melhor do que nós. Os primeiros 20 minutos foram do adversário que conseguiu criar algumas ocasiões em que podiam ter marcado golo, inclusivamente acertaram uma bola na barra. Depois equilibrámos o jogo e a segunda parte foi nossa”, considerou.

E acrescentou: “Entrámos mais pressionantes e as melhores oportunidades foram nossas, apesar de eles terem atirado novamente uma bola ao poste. Saliento a grande atitude e união da nossa equipa. Não houve golos, mas foi um grande jogo de futebol. Acima de tudo, as duas equipas respeitaram-se. Agora temos de continuar para procurar dar muitas alegrias aos nossos adeptos”.

Com 16 golos apontados até ao momento, Zequinha tem o estatuto de melhor marcador da equipa. Questionado sobre a fasquia que gostaria de atingir no final da temporada, o atacante, que admite ter ganhado o “vício do golo” é peremptório. “Não tenho uma meta vincada, mas gostava de fazer 22 golos”, disse, sublinhando que sem o auxílio dos seus companheiros nada seria possível. “Nada disto acontecia se não tivesse a ajuda dos meus colegas”.

 

Sadinos retomam 2.ª Distrital a 9 de Maio

 

Entretanto, a equipa do Vitória que disputa o Campeonato Distrital de futebol sénior masculino da 2.ª Divisão, da Associação de Futebol de Setúbal, está de regresso aos treinos para preparar o regresso à competição, agendado para 9 de Maio. De acordo com o novo enquadramento competitivo, tendo em vista a conclusão da prova, o sorteio foi realizado no passado domingo no Auditório da AF de Setúbal e definiu o programa de jogos a realizar com vista à conclusão da época desportiva 2020/21.

Integrado na série A da 2.ª Divisão da AF Setúbal, o Vitória FC tem como adversários a AD Samouquense, Botafogo FC, CCD Brejos de Azeitão, Sonho XXI FC, UF Comércio e Indústria ‘B’ e GD Lagoa da Palha. Já a série B tem como participantes o GC Corroios, ACRUT Zambujalense, Almada AC, AD Quinta do Conde, Monte de Caparica AC, UDC Banheirense e CF Trafaria. Refira-se que Estrela de Santo André, Alcacerense, Alcochetense ‘B’ e Lagameças optaram por não participar na competição.

Ricardo Lopes
Jornalista
- PUB -

Mais populares

Barcos da Transtejo/Soflusa param travessia do Tejo a 20 de Maio

Na reunião de hoje com a administração da empresa, e conforme o que tinha sido decidido em plenário de trabalhadores da semana passada, o...

Luís Maurício: “Vamos fazer tudo para criar a polícia municipal”

Cabeça-de-lista do Chega à Câmara de Setúbal diz que concelho é inseguro e quer videovigilância em certas zonas da cidade   Luís Maurício, de 42 anos,...

Porto de Setúbal: Tersado recebe grua de última geração

A nova grua está optimizada para navios da classe Panamax, permitindo subir e descer as cargas a uma velocidade até 120 metros por minuto   A...
- PUB -