16 Maio 2022, Segunda-feira
- PUB -
InícioDesporto 2Barreirense conquista título de campeão distrital de sub17 em futebol feminino a...

Barreirense conquista título de campeão distrital de sub17 em futebol feminino a uma jornada do fim

Sábado, na última jornada vai ter tarefa complicada em Setúbal, frente à escolinha, mas o objectivo passa por terminar o campeonato sem derrotas

 

- PUB -

A equipa feminina sub-17 do Futebol Clube Barreirense é campeã distrital de Juvenis. O título foi conquistado quando falta disputar ainda uma jornada.

Com a vitória alcançada sobre o Afonsoeirense (7-0), em jogo realizado na Academia do FCB, em Santo André, a equipa passou a somar 37 pontos, mais quatro que a Escola de Futebol Feminino de Setúbal que segue na segunda posição e ficou sem qualquer hipótese de chegar à primeira posição.

As meninas do Barreiro têm feito um campeonato brilhante. Nos 13 jogos até agora realizados obteve 12 vitórias e um empate; ou seja, não sofreu qualquer derrota, marcou 98 golos e sofreu apenas 6, resultados que falam por si.

- PUB -

Para além do Barreirense, participam também neste campeonato a Escola de Futebol Feminino de Setúbal, Amora, Zambujalense, Escola D. João I, Afonsoeirense, Seixal 1925 e Almada.

Rafael Costa, que também vem trabalhando com a equipa sénior, é um dos treinadores desta equipa de juvenis que foi assumida em conjunto com o coordenador Luís Costa, e foi com ele que falámos para sabermos como está a ser vivido o momento.

Que importância tem para o Barreirense a conquista deste título?

- PUB -

Uma importância muito grande na história do futebol feminino do Barreirense. É o segundo título na categoria e isso enche de orgulho os nossos adeptos, sócios e todos os responsáveis do clube. É muito importante também naquilo que é a afirmação do futebol feminino no clube e no distrito.

Quem olha para os resultados fica com a ideia que o campeonato foi praticamente um passeio, excepto num ou outro jogo. Foi mesmo assim?

Eu direi que foi um campeonato intenso. Em alguns jogos conseguimos bons resultados e quem vê de fora começa por tirar essa conclusão, mas na realidade só conseguimos ser superiores devido ao trabalho incrível das nossas jogadoras durante todo o campeonato. Elas sonharam e colocaram na cabeça que queriam ser campeãs de novo e olharam para todos os jogos como se fosse uma final e foi assim de final em final que conseguimos conquistar o sonho destas meninas. Elas merecem!

Terminar o campeonato sem derrotas é também um feito notável?

Sim sem dúvida, ainda falta uma jornada mas queremos terminar invictos, é um feito bastante difícil de conquistar em qualquer campeonato, mas queremos conquistá-lo. Não vai ser tarefa fácil porque temos um jogo muito complicado pela frente – com a Escolinha de Setúbal, segunda classificada,  mas com este grupo todos os sonhos são possíveis e esse é claramente um objectivo que queremos alcançar, para juntar ao título de campeãs!

Há algo mais que queira dizer, neste momento de satisfação?

Quero deixar um agradecimento a toda a estrutura do Barreirense por todo empenho e apoio neste projecto em especial ao Mister Luís Costa por tudo aquilo que faz pelo futebol feminino deste clube, é sem dúvida uma inspiração para todos nós a motivação e a vontade que tem para levar o futebol feminino aos maiores patamares possíveis. Quero agradecer a todos os meus colegas, estagiários e restantes membros desta estrutura pelo empenho em todo o campeonato mas em especial a todas as jogadoras que tornaram isto possível.

As campeãs

Para a história fica o nome das 26 jogadoras campeãs distritais:

Inês Gonçalves, Constança Borrego, Margarida Pereira, Micaela Pereira, Djenifer Barros, Ionara Santos, Catarina Prates, Sofia Barão, Maria Júlia, Adriana Joice, Catarina Gomes (capitã), Patrícia Cavaco, Mariana Henriques, Beatriz Sousa, Nikol Teixeira, Mariana Ramalho, Rafaela Barcellos, Iara Pires, Joana Moreira, Margarida Santos, Débora Santos, Ana Pimentel, Mariana Pereira, Mafalda Chainho, Beatriz Sarmento e Marisa Marques.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Igor Khashin e Yulia Khashina: “O nosso trabalho de 20 anos foi destruído num dia”

Casal russo que está no centro da polémica com o acolhimento de refugiados ucranianos em Setúbal responde a todas as perguntas

“A Judiciária que investigue, não temos nada a esconder”

Igor Khashin e Yulia Khashina falam pela primeira vez após o inicio da polémica

Matias Damásio a abrir com The Gift pelo meio e Dulce Pontes a fechar as Festas de São Pedro

Calendário das três actuações está definido. Depois de dois anos de interregno, a tradição volta a ser o que era
- PUB -