1 Outubro 2022, Sábado
- PUB -
InícioDesporto 2Carlos Henriques não será candidato às eleições no Amora FC

Carlos Henriques não será candidato às eleições no Amora FC

O Amora Futebol Clube vai a eleições no próximo domingo, dia 19 de Dezembro. O acto eleitoral realiza-se na sala dos presidentes, no Estádio da Medideira, entre as 10 e as 20 horas, e as listas candidatas têm que dar entrada na secretaria do clube até ao dia de amanhã, quarta-feira.

- PUB -

 

As eleições foram marcadas na sequência da demissão apresentada por Carlos Henriques, que presidiu ao clube nos últimos oito anos, com sucesso. Apesar do bom trabalho realizado, reconhecido por todos os quadrantes, onde se incluem também os associados, o presidente demissionário já fez saber que não vai ser candidato.

 

- PUB -

“Não vou ser candidato mas continuarei disponível para ajudar o Amora na minha condição de sócio. Saio de coração cheio e certo do dever cumprido. O Amora para mim é um estado de alma e nunca um estado para alcançar qualquer outra coisa”, diz Carlos Henriques que deixa uma palavra de apreço a todos os que o têm acompanhado.

 

“Obrigado a quem me aturou e ajudou a fazer deste clube o que é hoje. O Amora é o clube da minha terra, é o clube da minha infância e será sempre o clube que mais me incomoda ver não ser respeitado. A todos os que ficam, ou poderão continuar, desejo que tenham muita força e coragem para continuar na defesa deste clube com 100 anos de História. Parto com a mágoa de não ter conseguido que alguns amorenses não tenham estado ao lado do clube quando ele mais precisava, não se importando com o perigo de ter acabado, mas parto também com a felicidade de ver o poder de mobilização que o Amora FC vinha conseguindo e que a pandemia interrompeu”.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Transportes em Setúbal: “Isto não está mau. Está péssimo!”

Reuniões com a população expõem drama de grandes dimensões contado em testemunhos trágico-cómicos

Alsa Todi não verá mais um cêntimo de Palmela se não cumprir o contrato

Município está indisponível para continuar a financiar o sistema e reclama à TML a aplicação de penalidades à operadora

Bombeira grávida de sete meses diz-se ‘injustamente dispensada’ de serviço

Autoridade para as Condições do Trabalho esteve no quartel da associação
- PUB -