25 Junho 2022, Sábado
- PUB -
InícioDesporto 2João Bragadeste e Malvina Gomes foram os vencedores absolutos

João Bragadeste e Malvina Gomes foram os vencedores absolutos

João Bragadeste e Malvina Gomes foram os vencedores absolutos da Palmela Run, que se disputou no sábado, dia 22 de Junho.

- PUB -

A corrida, na distância de 12,5 km, teve partida no Largo São João passando depois os atletas pelo Centro Histórico, Castelo de Palmela, Serra do Louro e Vale dos Barris.

Organizada pela Arrábida Trail Team, em parceria com a Associação Desportiva Talentos Team e Câmara Municipal de Palmela, a prova contou com a participação de quase quatro centenas de atletas.

João Bragadeste, que gastou 53 minutos e 26 segundos para percorrer a distância, chegou à frente de Paulo Gomes (Inspira Atitude), Paulo Ferreira (Pinhal Novo a Correr), Bruno Torres (Limited Edition) e Rogério Costa (Vitória FC Running), que se classificaram por esta ordem, nos cinco primeiros lugares.

- PUB -

No sector feminino a vencedora foi Malvina Gomes com 1 hora e 14 minutos e nas outras duas posições do pódio Carla Santos (Zimbra Fox Runners) e Ana Mourato (Casa do Benfica Seixal). A completar o top five ficaram Cristina Frota (Outdoor Clube de Setúbal – Strendure Running Team) e Tânia Reis (Zimbra Fox Runners).

Na classificação geral masculina venceu o “Pinhal Novo a Correr”, em segundo lugar ficaram “Os Coxos e o Miguel” e na terceira posição o Vitória FC Running.

Na geral feminina a vitória foi obtida pelo “Zimbra Fox Runners” e os restantes lugares do pódio preenchidos por “Pinhal Novo a Correr” e “Talentos Team”.

Comentários

José Pina
Jornalista
- PUB -

Mais populares

Menina de três anos morre em caso suspeito de maus tratos pela ama

Criança apresentava ferimentos na boca e nariz e hematomas no corpo. Ama disse que tinha caído de uma cadeira no dia anterior

Revolta no velório de Jéssica obriga à presença de bombeiros e polícia

Avó paterna e alguns populares revoltam-se com mãe da criança durante a cerimónia fúnebre

PSD exige extinção da Transportes Metropolitanos de Lisboa

Concelhia laranja diz que a empresa é “uma orgia de despesa pública” suportada com os impostos de todos
- PUB -