26 Setembro 2022, Segunda-feira
- PUB -
Início167º aniversárioJoão Miguel Santos: Campeão nacional no Taekwondo já ganha na Europa e...

João Miguel Santos: Campeão nacional no Taekwondo já ganha na Europa e espera mais no futuro

Treina intensivamente para aumentar o número de vitórias e continuar a sentir orgulho na sua caminhada desportiva. Só desiste quando o corpo não deixar mais

 

- PUB -

Há 12 anos que o Taekwondo faz parte da vida de João Miguel Santos, que já antes tinha contacto com o desporto através da família. “O meu pai fez Taekwondo, uma pessoa muito activa sempre a experimentar todo o tipo de desporto. Ele apaixonou-se pela ginástica, eu apaixonei-me pelo Taekwondo”, revela.

Em 2010, o jovem que hoje tem 24 anos de idade, iniciou a prática da modalidade e desde aí tem construído, de corpo e alma, a continuação da história. “É um modo de vida, os ensinamentos que nos são dados são intrínsecos”, explica João. Actualmente, é no pavilhão Portugal, Cultura e Recreio que têm lugar os treinos.

Confessa que nem sempre é fácil manter a segurança nas próprias capacidades, especialmente antes de pisar o recinto de competição. Ainda assim, mostra ter controlo dos pensamentos mais negativos e tenta pensar que tem apenas de competir e provar o seu valor.

- PUB -

A vida é feita de sacrifícios e, para chegar mais longe João precisa de os fazer. “Houve muitos eventos familiares e de amigos em que não pude comparecer porque às vezes temos de optar e a prioridade é o treino. ‘Aquela é a hora do treino e não podemos faltar’”, conta.

O desejo de João é continuar a competir e para ele o céu é o limite, embora “sempre com gestão de tempo, mas o objectivo é continuar porque depois de se começar é quase impossível parar, até o corpo não deixar mais”, diz o próprio.

Uma caminhada desportiva de vitórias e orgulho

- PUB -

“Estamos sempre perdidos”, é como João descreve a sua primeira impressão da vida de competição. A fase inicial pode ser complicada, “não sabemos quando é que temos de vestir-nos, preparar-nos, aquecer”, mas “é para isso que está lá a nossa equipa, os nossos treinadores para nos guiarem e mostrarem o caminho”, conta o jovem atleta.

Caminho que contém no seu interior etapas concluídas gradualmente que contam a história de João enquanto competidor. No seu percurso, destaca Bruno Fidalgo, companheiro de treino e que tem estado presente durante todos estes anos, deixando-lhe um agradecimento especial.

As competições requerem preparação diária e força de vontade. Com o alargamento das horas de treino e o foco na especialização, as vitórias aproximam-se. Treina intensivamente e durante mais tempo, mas o jovem adulto confessa que “não damos por elas [as horas] passarem porque temos um objectivo a cumprir”.

E as metas foram alcançadas com foco total no que é preciso fazer e com confiança no treino realizado. Bronze, na categoria Mais de 17 anos, de Freestyle Masculino, no 15o Campeonato da Europa de Poomsae. Vencedor do Campeonato de Portugal 2022 em Poomsae Freestyle e Bronze em Poomsae Tradicional Sub30 Masculino. Campeão Nacional Universitário em Poomsae Tradicional e Poomsae Freestyle.

“Quando se ganha é a recompensa de todo o trabalho, de todo o tempo que investimos e o agradecimento de todo o apoio que tivemos”. João diz também que todas as vitórias reflectem as suas capacidades e mostram que não há limites, sendo exemplo disso a convocação para representar Portugal nos próximos Jogos Mundiais Universitários.

O orgulho não advém apenas das vitórias, mas também das derrotas. O desportista explica que “às vezes temos de dar um passo atrás e reconhecer a nossa progressão, dá-nos azo a reflectir um pouco sobre o que temos de melhorar e a sermos mais fortes”. Uma lição que acompanha João sempre que algo corre mal.

As horas passam e para o atleta a gestão de tempo é uma das maiores dificuldades porque “cada vez mais é preciso tempo para treinar e cada vez mais esse tempo encolhe”. Contudo, a paixão por Taekwondo é superior, chegando a dizer que “nada é mais terapêutico do que, após um dia mau, desligar o cérebro, treinar e focar-nos apenas naquilo que temos de fazer”.

É com a ajuda do Mestre Abílio Costa que os treinos e esse foco são possíveis. João destaca-o nos agradecimentos, juntamente com os pais e o Mestre Sérgio Ramos que o acompanha frequentemente. O apoio dos pais é motivador e, embora se encontrem fora de Portugal, o atleta sabe “que no sentimento estão lá sempre”.

 

João Miguel à queima-roupa

Idade: 24 anos

Naturalidade: Almada

Residência: Charneca da Caparica

Modalidade: Taekwondo

Cortesia, integridade, perseverança, espírito indomável e autodomínio são princípios de Taekwondo que João tenta aplicar na vida. Espera continuar a caminhada por muitos anos

Comentários

- PUB -

Mais populares

“Reunião” dos bombeiros acaba à chapada e ao pontapé com a PSP a ser chamada ao quartel [corrigida]

Demissões na direcção culminaram com agressões físicas entre bombeiros, entre directores, e entre bombeiros e dirigentes

Autoeuropa com legionella não pára produção nem avisa trabalhadores

Empresa diz que nenhuma pessoa foi infectada e que está a cumprir a lei

Transportes em Setúbal: “Isto não está mau. Está péssimo!”

Reuniões com a população expõem drama de grandes dimensões contado em testemunhos trágico-cómicos
- PUB -